Bobinas de Ignição Cilíndricas Olimpic

09/2008

Os novos sistemas de alimentação dos motores modernos, já incorporaram a ignição e alimentação de combustível em um só sistema.

Até chegarmos a esse estágio, tivemos por muitos anos, veículos equipados com o sistema de ignição convencional, composto por: platinado e condensador.

Esclareceremos alguns pontos que sempre geraram dúvidas.

SISTEMA DE IGNIÇÃO (COM PLATINADO)

Em um motor com sistema de ignição convecional, as velas necessitam de uma tensão (voltagem) entre 8.000 a 15.000 volts, para que seja produzida a faísca. Essa tensão depende de vários fatores:

- Desgaste das velas;
- Resistência dos cabos de ignição;
- Resistência do rotor;
- Ponto de ignição;
- Compressão dos cilindros;
- Temperatura;

Existe uma dúvida no que diz respeito a tensão gerada pela bobina de ignição.

Muitos pensam que quanto mais potente for a bobina, maior será a faisca.

Na realidade não é a bobina que manda a energia que ela quer e sim o sistema de ignição que solicita (necessita).

Essa solicitação de energia depende dos intens mencionados acima.

O sistema de ignição é composto por:

- Bateria
- Chave de ignição
- Bobina
- Distribuidor
- Cabos de ignição
- Velas de ignição

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades